Notícia

Home » Liberada produção de barcos olímpicos no Brasil a partir de 2022

Liberada produção de barcos olímpicos no Brasil a partir de 2022

A Conferência Anual da World Sailing definiu neste fim de semana, em Sarasota, nos Estados Unidos, que a partir de 2022 estará liberada a produção de barcos olímpicos no Brasil. Essa decisão é uma conquista histórica para o desenvolvimento da vela no país, obtida graças ao empenho da Confederação Brasileira de Vela (CBVela) e das federações sul-americanas.

A vela brasileira está representada na Conferência por Torben Grael, que é um dos vice-presidentes da World Sailing; e Marco Aurélio de Sá Ribeiro, presidente da Confederação Brasileira de Vela (CBVela).

“A possibilidade de fabricarmos barcos olímpicos no Brasil a partir de 2022 vai proporcionar maior inclusão de velejadores nas campanhas olímpicas”, destacou o presidente Marco Aurélio.

Neste domingo, dia 4, será realizada a Assembleia Geral que vai deliberar sobre as indicações da World Sailing para o programa olímpico. A principal batalha da CBVela é pela manutenção de duas classes muito importantes e tradicionais: a 470 e a Finn, que tem merecido uma atenção ainda maior da Confederação por estar ameaçada de exclusão dos Jogos Olímpicos de Paris 2024.

“Estamos fazendo todo o possível. Continuaremos trabalhando até a última votação. No domingo, a Assembleia terá transmissão no site da World Sailing. A saída da Finn ainda pode ser revertida”, disse o presidente Marco Aurélio de Sá Ribeiro.

Comentários

comentarios

Leitor de Página Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support